O que é Ibovespa e qual a sua importância?

o que é ibovespa?

Ibovespa, provavelmente você já ouviu esse termo, mesmo não estando familiarizado com o mercado financeiro. Afinal, esse é um termo que frequentemente aparece nos noticiários.

Se você está começando agora a investir, é importante conhece-lo, já que é por meio dele que você saberá se os seus ativos estão subindo ou caindo. 

Neste post você entenderá o que é o Ibov e qual a sua importância para os seus investimentos.

O que é Ibovespa?

Criado em 1968, o Ibovespa (também conhecido como Ibov) é o principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 e reúne as empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro. Atualmente mais de 350 empresas estão listadas na B3.

No Brasil, o Ibovespa é o principal índice da bolsa de valores. Sendo ele quem representa a média de desempenho das principais ações negociadas na bolsa nos últimos meses. Através dele, você saberá como está o mercado financeiro.

De maneira mais simples, o Ibov mede, por meio de um sistema de pontos baseado em reais, o desempenho médio de uma carteira teórica com as ações mais representativas e negociadas na Bolsa de valores.

Como funciona os pontos do Ibovespa?

Os pontos acompanham a performance da carteira teórica e são calculados em tempo real. Seu resultado é baseado na cotação de cada ação que integra o índice, multiplicado pela quantidade teórica dos ativos que compõem a carteira.

Funciona da seguinte forma:

Cada ponto equivale a R$1,00. Dessa forma, se o Ibovespa está em 100 mil pontos, ele representaria um portfólio no valor de R$100 mil.

Qual a importância do Ibovespa?

Por ser um indicador de desempenho das ações negociadas na B3, o Ibov serve como referência para investidores saberem como está o mercado financeiro. Além de conseguir comparar os resultados dos seus investimentos com os dados do Ibovespa para saber se está obtendo lucro ou não.

O que é Ibovespa futuro?

O Ibovespa Futuro é um contrato derivativo negociado no mercado futuro. Sendo assim, uma expectativa do valor, em pontos, que o índice terá em uma data futura. 

Para ficar mais fácil a compreensão, daremos um exemplo:

Suponhamos que hoje o Ibov estivesse em 110.000 pontos. Dessa forma, 120.000 pontos será um contrato futuro.

Na data do vencimento, se os pontos estiverem iguais ou menores, o investidor terá prejuízos, em virtude de ter pago 120.000 pontos pelo contrato. Em contrapartida, se a cotação do Ibovespa futuro comprado subir para 130.000 pontos, eventualmente haverá um ganho.

Vale ressaltar que o Ibovespa Futuro é um investimento de renda variável que tem seus ganhos atrelados à variação do Ibov. Portanto, é bastante volátil e é considerado de alto risco.

Diferença entre Ibovespa e Ibovespa Futuro

Quando se compra uma ação que faz parte do Ibov, sabe-se que ganhará dinheiro se o preço dos papéis subir. E se o preço dos papéis cair, seu dinheiro irá se desvalorizar.

Porém, no Ibovespa Futuro é diferente, já que nele é negociado uma possibilidade de resultado em uma data futura, medido em pontos e não nos papéis em si.


Gostou do post? Então fique por dentro dos próximos conteúdos que iremos postar aqui!

Quer saber mais sobre renda variável, quais empresas investir e qual a melhor forma de fazer seus investimentos render? Conte com o Rendi! Somos uma plataforma focada em investimentos, com a missão de fazer seu dinheiro render!

Acesse nosso site https://rendi.app.br, e tenha acesso as melhores dicas e informações sobre o mercado financeiro para te ajudar a investir da melhor forma!

0 Shares:
4 comments
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like